Áreas Mínimas Comparáveis (AMC) 1872-2010

Desde a era imperial, o número de municípios no Brasil tem aumentado contínua e substancialmente. Essas mudanças na delimitação das unidades espaciais representam uma dificuldade para qualquer pesquisa que pretenda utilizar dados regionais de diferentes anos. O presente artigo desenvolve uma rotina para a geração de "Áreas Mínimas Comparáveis" (AMC) consistentes em tempo para qualquer subperíodo arbitrário entre dois anos de censo na faixa entre o primeiro e o último censo demográfico 1872-2010. Baseia-se em material compilado recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O código correspondente em Stata é fornecido no Apêndice do artigo. Assim, os AMCs desenvolvidos são imediatamente acessíveis e permitem estudos de painel de longo prazo com dados regionais.

Tabelas diponíveis no

Informações Adicionais

Campo Valor
Fonte http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612017000100215
Última Atualização janeiro 11, 2021, 21:29 (UTC)
Criado março 19, 2020, 00:31 (UTC)